Notebook do amor

Fui assaltado. Eram dois. Levaram meu computador portátil, no qual eu havia tabulado tantas letras codificadas que eu já nem lembro. Sem um backup, não tenho como resgatar a poética do passado. Um erro estratégico. Meus pensamentos perdidos por aí, indecifráveis, só eu com a senha… Foda-se! Agora, pouco me importa! Ignorar aquilo que você não pode ter, fazer ou ser é fortalecer o seu próprio poder. Mas enfim… o que restou foi a prazerosa lembrança daqueles moleques que investiram a ofensiva. Belos jovens marginalizados. Um mais gostoso que o outro. Cheios de marra – e tatuagens! Bem vestidos e perfumados. Os assaltantes!

O negro barra de chocolate talhada – portando um pequeno revólver, talvez de ‘brinquedo’ – e seu amiguinho ao lado, com cara de narcotraficante colombiano, segurando outra arma, exibindo seu sorriso debolhado enquanto me fitava com um olhar desafiador.

Que cena patética! Eu, ali, delicadamente confortável no papel de submisso. Posição de quatro. Um cachorro de boca aberta, salivando e mostrando a língua. Sentindo um puta tesão naquela constrangedora situação. Na real, eu estava adorando! Minha masculinidade andrógina fantasiou algumas possibilidades divertidas. Me veio à mente os primeiros minutos de um filme pornográfico gay, rodado na Europa fetichista, no qual após algumas falas pouco elaboradas entre o protagonista (eu) e os antagonistas sarados (os ladrões), tudo resulta numa boa trepada, com direito à girias do gueto, gestos obscenos, legumes sexuais, gemidos de prazer e porra jorrando por todos os lados, pouco antes da tela preta com os créditos finais.

Naquele aparelho eletrônico, só havia conteúdo explícito. Arquivos .XXX homem com homem. Eles, instintivamente, sentiram o cheiro de macho no ar e chegaram à caça da presa, teleguiados. Leis da selva moderninha e libertária, tão complexa quanto geolocalizável. Eu agradeço a visitinha dos boys.


Fládson está no Facebook, Instagram, Twitter e Youtube.


Leia mais em FLADSON.COM | ARTS BY FLÁDSON

>> Vida de safado [offline]

>> O guia prático da prostituição social [offline]

>> A ideia de criar um blog [online ●]

>> O Brasil e a bunda [online ●]


BAIXAR EM PDF


Notebook do amor foi escrito por Fládson B. M. Freitas e publicado originalmente dia 31-Março-2019 em FLADSON.COM | ARTS BY FLÁDSON